Apresentação   A1 Preparação   A2 Desenvolvimento   A3 Disseminação   Parceria Transnacional   Produtos   Novo Centro   Contactos 
Objectivos
Actividades
Parceiros

 
OBJECTIVOS

1) Diminuição da exclusão social e discriminação sofrida por requerentes de asilo e refugiados através da:
  • Estimulação do empowerment do grupo, de forma a que os beneficiários do projecto se tornem mais autónomos em termos da estruturação do seu projecto vida e menos dependentes dos serviços de apoio;
  • Divulgação alargada de informação (individualmente e em grupo) sobre aspectos diversos da vida e organização da sociedade de acolhimento (direitos, cidadania);
  • Promoção de sessões de sensibilização, seminários, ou outros eventos públicos, sobre a problemática dos refugiados e culturas das comunidades residentes em Portugal, destinadas à sociedade de acolhimento.
2) Melhoria do sistema de acolhimento e integração deste grupo através da:
  • Melhoria das infra-estruturas de acolhimento, nomeadamente um centro de acolhimento para o alojamento transitório dos requerentes de asilo (período imediatamente após a chegada a Portugal);
  • Preparação e re-dinamização das estruturas de apoio existentes e respectivos agentes intervenientes;
  • Estruturação de um serviço de informação integrada, com prestação de informação sobre questões sociais e jurídicas, relativas à situação dos requerentes de asilo e refugiados;
  • Criação e estimulação de práticas de trabalho em rede (nível nacional e internacional), entre as organizações da parceria inicial e alargada, a ser desenvolvida no decorrer do projecto;
  • Lobby junto das autoridades com vista a garantir melhores condições de acolhimento (incluindo o acesso ao território e ao procedimento de asilo) e integração.

ACTIVIDADES
  1. Desenvolvimento de uma rede alargada para o acolhimento e integração de requerentes de asilo;
  2. Serviço de informação integrada para requerentes de asilo: apoio social, orientação profissional, questões jurídicas;
  3. Formação em português e informática a requerentes de asilo;
  4. Acompanhamento individualizado de casos, através de interpretariado e mediação social e cultural;
  5. Sessões de informação / formação para técnicos;
  6. Acções de sensibilização da comunidade de acolhimento;
  7. Produção de material informativo e de sensibilização na área do asilo e refugiados;

PARCEIROS:
  • Conselho Português para os Refugiados (CPR)
  • Câmara Municipal de Loures / Gabinete de Assuntos Religiosos e Sociais Específicos Gabinete (GARSE)
  • Instituto de Solidariedade e Segurança Social (ISSS)
  • Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML)